domingo, 9 de janeiro de 2011

Sinto sua falta.

# Preciso parar com esse medo, essa mania de esconder perguntas e depois ficar imaginando as respostas.
Preciso perder o medo de agir só por agir, por desejo , por vontade.
Preciso perder esse controle seletivo que insiste em me apontar riscos e mais riscos.
O que fazer se na hora eu travo, se quando as palavras pulsam querendo sair eu às prendo ?
Não gosto de expor meus sentimentos, não gosto de revelar meu lado frágil, não quero romper este escudo.
Eu quero você, mas como te dizer sem no mínimo baixar a guarda?
Quando te digo que sinto sua falta, na verdade eu queria dizer isso:
Foi rápido, sei que foi. Não esperava e por escolha eu negaria,ou não.
Não,eu não negaria. Eu quero sim sentir você, deixar que olhe dentro dos meus olhos e contemple o meu sorriso sem pressa ou rótulo. Eu quero te abraçar forte, soltar-te aos pouquinhos, me reaproximar e num jogo de gestos beijar-te. Quero ousar e arriscar, tentar com você. Quero te encontrar o quanto antes e dividir meu tempo contigo, quero te ter um tempo comigo. Me beije , me abrace, deixe o sorriso nascer entre suspiros.

Pra evitar que pense que sou psicótica, fácil, fútil, vulgar, maluca ou até mesmo falsa, previsível, igual e precipitada.
Contenho-me e te falo: Sinto sua falta.

3 comentários:

  1. eu gosto disso, de deixar as pessoas sem palavras :D

    ResponderExcluir
  2. Que intenso flor.
    Sinto, e como sinto...Bela postagem, mesmo!

    ResponderExcluir